Somos uma rede mobilizada para construir mais espaços de fala e ação para as mulheres em São Paulo.


Atuamos juntas para desconstruir hábitos e estruturas políticas que reafirmam as desigualdades de gênero e para construir espaços mais seguros e igualitários para as mulheres em SP.

A violência contra a mulher nos espaços públicos e privados fere nossa integridade e restringe nosso direito de ocupar a cidade. Isso precisa acabar.

Faça parte dessa mudança.

ENTRE PARA A REDE:

0 minas já entraram pra rede das poderosas.
VIOLÊNCIA NÃO TEM HORA MARCADA!

Você sabia que as Delegacias de Defesa da Mulher só funcionam até as 18h e não abrem aos fins de semana? Não vamos aceitar que a violência contra a mulher continue sendo tratada com descaso pelo poder público. Estamos nos mobilizando por Delegacias da Mulher 24h por dia, 7 dias por semana. Clique e assine nossa petição que será entregue ao Secretário de Segurança Pública de SP, Mágino Alves, e ao Governador Geraldo Alckmin!

POR TODAS ELAS
Estivemos juntas no dia 1º de junho quando milhares de pessoas foram às ruas em São Paulo e outras cidades do Brasil exigir o fim da violência contra a mulher. O crime cometido por 33 homens contra uma adolescente de 16 anos na semana anterior, no Rio de Janeiro, escancarou a realidade que as mulheres brasileiras enfrentam todos os dias: vivemos em um país em que uma mulher é estuprada a cada 11 minutos. A cultura do estupro precisa acabar!


Foto: Gui Coelho

Foto: Fabio Braga/FolhaPres

                 Foto: Mariana Martucci

Foto: Fabio Braga/FolhaPres
CIRCUITO MULHERES MOBILIZADAS

Durante a Semana Internacional da Mulher, mulheres de São Paulo, em parceria com ONGs e coletivos, se mobilizaram para promover a reflexão e o debate sobre os lugares e direitos da mulher hoje. Olha só o que rolou!

Feminicidade: Mutirão de
colagem de lambes



Debate Aborto, Zika e Microcefalia: a medicina em meio ao tabu



Roda de Conversa sobre Política de drogas e encarceramento feminino no Centro Cultural da Juventude (CCJ)


Roda de leitura de contos de Lygia Fagundes Telles



Oficina de cordel com a escritora
Jarid Arraes



Feminicidade: um dia cheio de conversas, debates e oficinas
POR QUE A MINHA SAMPA ABRAÇA
ESTA CAUSA?

A Minha Sampa é uma rede de ação que conta com mais de 65 mil pessoas que se mobilizam por uma São Paulo mais democrática, inclusiva e sustentável. Acreditamos que para isso acontecer, precisamos avançar na consolidação dos direitos das mulheres. Em 2014, pressionamos o Metrô de São Paulo a criar a primeira campanha de prevenção ao abuso sexual no transporte público. Em seguida, impedimos a criação do Vagão Rosa, uma medida discriminatória e segregadora que impedia o livre acesso das mulheres aos espaços públicos e atrasava, ainda mais, a implementação de soluções efetivas contra o assédio. Agora, precisamos nos unir para combater a violência contra a mulher nos espaços públicos e privados. E você, vem com a gente?
Para saber mais sobre a Minha Sampa, clique aqui.